{ "data": [ { "event_name": "Purchase", "event_time": 1649966212, "action_source": "email", "user_data": { "em": [ "7b17fb0bd173f625b58636fb796407c22b3d16fc78302d79f0fd30c2fc2fc068" ], "ph": [ null ] }, "custom_data": { "currency": "BRL", "value": 180 } } ] "test_event_code:" "TEST4457" }
top of page

TANTO FAZ. MAS FAZ

Uma análise será bem sucedida se ela começar a curar o ressentimento e, sobretudo, a fazer a pessoa voltar a sonhar pra frente, para que ela possa, verdadeiramente, se sentir bem com aquilo que ela está fazendo. Que a gente possa vibrar em níveis legais.

Por que tem que ficar com vergonha de vibrar, de colocar uma tatuagem, de colocar uma roupa sexy, de colocar um piercing? Faz o que você quer. Banca! Depois, se não der certo, refaz. Ou paga as consequências. Tanto faz. Mas faz.

O neurótico fica estagnado. A coisa é agora. É agora porque não é atemporal. É isso que Freud queria dizer, a meu ver. O inconsciente não tem tempo, por isso nós não temos muito tempo. Vamos fazer! Agora, saber contabilizar o tempo quando importa é importante. A gente tem tempo para fazer as coisas, sim. Mas esse tempo não é absoluto. E, às vezes, em pouco tempo, você elabora uma saída para algo que você nunca conseguiu. A gente encontra tempo em psicanálise: tempo de dizer, tempo de elaborar.


O discurso do ressentido é o “eu deveria ter feito isso”, “eu deveria ter feito aquilo”, “Eu deveria”. Como na música Epitáfio


Epitáfio (Titãs)

Devia ter amado mais

Ter chorado mais

Ter visto o sol nascer

Devia ter arriscado mais

E até errado mais

Ter feito o que eu queria fazer

Queria ter aceitado

As pessoas como elas são

Cada um sabe a alegria

E a dor que traz no coração

O acaso vai me proteger

Enquanto eu andar distraído

O acaso vai me proteger

Enquanto eu andar

Devia ter complicado menos

Trabalhado menos

Ter visto o sol se pôr

Devia ter me importado menos

Com problemas pequenos

Ter morrido de amor

Queria ter aceitado

A vida como ela é

A cada um cabe alegrias

E a tristeza que vier

O acaso vai…


Carlos Mario Alvarez

976 visualizações3 comentários

Posts recentes

Ver tudo

3 Comments


ramosricci
ramosricci
Oct 01, 2021

Parabéns pelo texto "Tanto faz, mas faz". Quem atua na clinica psicanalítica consegue identificar com essas palavras. O neurótico tem a narrativa de "se eu tivesse, se eu pudesse, se eu..."

Like

ramosricci
ramosricci
Sep 13, 2021

Tanto faz mas faz; outro texto espetacular. Parabéns. Como vivemos mal e porque escolhemos viver mal. Ora, ora; o mais importante de uma escolha não é nem a própria escolha e sim, sustentá-la. Sustentamos pouco o nosso desejo. Aliás, só conseguimos chegar próximo e reconhecê-lo numa análise.

Like

ramosricci
ramosricci
Sep 13, 2021

O texto: Pega um pega geral é literalmente a radiografia do amor e das condições sob qualquer motivo, pessoa, situação ou necessidades internas que são irredutivelmente absolutistas. Preciso amar pq é minha mãe, preciso amar pq é meu filho. Balela. Aliás, uma grande balela que somos condicionados a acreditar desde que nos tornamos sujeitos. Excelente texto. Parabéns!!

Like
bottom of page